Amor, quatro letras incandescentes. Queimam, aquecem, transformam, iluminam!
Gabriel Chalita

28 de setembro de 2012

A linguagem dos olhos

Quando eu vejo você A minha boca seca, a mão congela O sangue ferve De onde vem tanto poder? E quando você me vê O teu sorriso brilha, tudo muda Me deseja como eu desejo você E quando eu vejo você, A minha voz embarga A mente voa, sonho mil loucuras pra te satisfazer E quando você me vê O corpo não me avança O clima esquenta O nosso dialeto é pra quem sabe entender A linguagem dos olhos O corpo sabe decifrar A linguagem dos olhos Quem faz o coração falar Tudo rola sem um toque Sem trocar uma palavra É telepatia, é paixão desenfreada Péricles

5 de junho de 2012

Ai o Amor!!!

Amor não é se envolver com a pessoa perfeita, aquela dos nossos sonhos. Não existem príncipes nem princesas. Encare a outra pessoa de forma sincera e real, exaltando suas qualidades, mas sabendo também de seus defeitos. O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser!

30 de maio de 2012

Coisas da vida!!!!

Quando a lua apareceu ninguém sonhava mais do que eu Já era tarde, mas a noite é uma criança distraída Depois que eu envelhecer ninguém precisa mais me dizer Como é estranho ser humano nessas horas de partida É o fim da picada, depois da estrada começa uma grande avenida No fim da avenida, existe uma chance, uma sorte, uma nova saída São coisas da vida E a gente se olha, e não sabe Se vai ou se fica Qual é a moral? qual vai ser o final dessa história? Eu não tenho nada prá dizer, por isso digo Que eu não tenho muito o que perder, por isso jogo Eu não tenho hora prá morrer, por isso sonho Ah, ah, ah, são coisas da vida Ah, ah, ah, e a gente se olha e não sabe se vai ou se fica, Ah,ah.. Ah, ah, ah, são coisas da vida

16 de abril de 2012

A Idade de Ser Feliz

Existe somente uma idade para a gente ser feliz, somente uma época na vida de cada pessoa em que é possível sonhar e fazer planos e ter energia bastante para realizá-las a despeito de todas as dificuldades e obstáculos. Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente e desfrutar tudo com toda intensidade sem medo, nem culpa de sentir prazer. Fase dourada em que a gente pode criar e recriar a vida, a nossa própria imagem e semelhança e vestir-se com todas as cores e experimentar todos os sabores e entregar-se a todos os amores sem preconceito nem pudor. Tempo de entusiasmo e coragem em que todo o desafio é mais um convite à luta que a gente enfrenta com toda disposição de tentar algo NOVO, de NOVO e de NOVO, e quantas vezes for preciso. Essa idade tão fugaz na vida da gente chama-se PRESENTE e tem a duração do instante que passa. Autor desconhecido

13 de abril de 2012

Feliz dia do Beijo!!!

Todo mundo sonha com aquele beijo made in Hollywood, que tira o fôlego e dá início a um romance incandescente. Pena que nem sempre isso aconteça na vida real. O primeiro beijo entre um casal costuma ser suave, investigativo, decente. Aos pouquinhos, no entanto, acende-se a labareda e as bocas dizem a que vieram. Existe um prazo para isso acontecer: entre cinco minutos depois do primeiro roçar de lábios até, no máximo, cinco dias. Neste espaço de tempo, ainda compreende-se que os beijos sejam vacilantes: tratam-se de duas pessoas criando um vínculo e testando suas reações. Mas se a decência persistir, não espere ver estrelinhas na etapa seguinte. A química não aconteceu. Beijo é maravilhoso porque você interage com o corpo do outro sem deixar vestígios, é um mergulho no escuro, uma viagem sem volta. Beijo é uma maneira de compartilhar intimidades, de sentir o sabor de quem se gosta, de dizer mil coisas em silêncio. Beijo é gostoso porque não cansa, não engravida, não transmite o HIV. Beijo é prático porque não precisa tirar a roupa, não precisa sair da festa, não precisa ligar no dia seguinte. E sem essa de que beijo é insalubre porque troca-se até 9 miligramas de água, 0,7 grama de albumia, 0,18 de substâncias orgânicas, 0,711 miligrama de matérias gordurosas e 0,45 miligrama de sais, sem contar os vírus e as bactérias. Quem está preocupado com isso? Insalubre é não amar. - Martha Medeiros